O Pequeno Príncipe – Antoine de Saint-Exupéry ?>

O Pequeno Príncipe – Antoine de Saint-Exupéry

O pequeno príncipe é uma criança. Como toda criança, sua mente é pura, para tudo há uma solução e desenhos equivalem a milhões de palavras.

O pequeno príncipe mora em um planeta pequeno. Seus dias duram pouco. Suas noites também. Existem três vulcões, os quais ele precisa frequentemente checar, para se certificar de que não entrarão em erupção. Existem também sementes. As sementes más, de baobás, e as sementes boas, de flores. No meio de muitas, uma semente boa é especial. Dela nasce a mais bela flor de todas; a sua flor.

Mas o pequeno se assusta. É uma criança, não está acostumado a uma personalidade tão exótica quanto a daquela flor. Por isso, ele foge. Passando por sete planetas, o pequeno príncipe descobrirá fatos interessantes sobre tudo e terá grandes conversas com seus habitantes. Além de aprender que os adultos são estranhos, alguém vai relembrá-lo que “tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas”.


Esse livro é um clássico infantil. Quem não o leu não sabe o que está perdendo. Chega até a ser uma leitura obrigatória para a vida. E, como diria a minha vó, ele é um livro “chorável”. Sério. Deu aquela dor no coração agora, enquanto eu lia algumas partes (principalmente a última página) para fazer essa resenha e não falar bobagem.

Eu vou fazer um post com as frases mais bonitas desse livro. Porque eu quero e elas são lindas.

É legal você descobrir com esse livro que, quando crescemos, acabamos perdendo uma parte de nós mesmos e que os adultos são chatos. Deixamos de entender o mundo das crianças e, com isso, esquecemos que nós já fomos crianças e que deixamos de entender uma parte de nós mesmos.

 

P.S.: Eu vou começar a fazer algumas atualizações em posts antigos, mas eu sempre vou avisar quando eu fizer isso. A primeira foi no post de Como Treinar o seu Dragão. São atualizações pequenininhas, mas muito importantes. Senão, eu não as faria.

1 Comentário

  1. Adoro esse livro! Foi o primeiro livro que eu li, quando eu comecei a sair da esfera de leitura dos gibis (especialmente os da monica), foi o que me deu vontade de continuar lendo!

Deixe um comentário!