Em algum lugar nas estrelas – Clare Vanderpool ?>

Em algum lugar nas estrelas – Clare Vanderpool

A mãe de Jack morreu. Com isso, ele acaba ficando com o pai, militar. Por causa do trabalho dele, o homem manda o filho para um internato só para garotos no Maine. Jack não fica nem um pouco feliz. Ele não conhece as estrelas do Maine, não como conhece as do Texas. Mas ele não tem como fazer nada a respeito disso. Ele acha que está sozinho, mas ele conhece Early.

Early é um garoto estranho. Só vai às aulas quando quer, sai quando o professor fala algo que não o agrade, separa jujubas por cor para se acalmar e lê uma história no número pi.

Enquanto Jack se acostuma com a escola, os alunos, e o fato de que ele vai precisar aprender a remar, ele vai conhecer Early mais a fundo, até que o garoto estranho faz uma proposta. Ele quer fazer uma trilha e ir atrás de seu irmão, Fisher.

Jack acaba aceitando, então se vê enrolado num turbilhão de mato, perseguições e histórias com o número pi. Eles encontram piratas, bruxas e estrangeiros sofrendo de um coração partido. Mas eles encontrarão Fisher?


Tuuuuuudo bem. Em algum lugar nas estrelas com certeza vai para o top 10 desse ano. SENHOR, QUE LIVRO MARAVILHOSO.

A edição é maravilhosa. A capa é muito bonita, com certeza (apesar de eu achar que a bússola no meio dela estraga um pouco a vibe azul). Claro, é padrão Darkside, então a capa é dura e tem marcador de fitinha – além do marcador redondo, uma tabelinha dos cantores que Early ouve a cada dia -. Há desenhos de algumas constelações também, o que torna o livro mais maravilhoso ainda.

A história é maravilhosa. Em algum lugar nas estrelas não é um livro de romance, mas o desenvolver da amizade entre Jack e Early é lindo. Românticos de plantão, podem ter certeza, vocês vão adorar! Uma crítica que eu tenho a fazer em relação a ela é que não tem tanto a ver com estrelas, então fiquei o livro inteiro esperando. Claro que as estrelas têm um papel importante aí, só imaginei que fosse ser maior.

Os capítulos quase sempre se intercalam entre a história dos dois garotos e a história que o Early lê no número pi, sobre um garoto que também se chama Pi. Acho isso muito fofo, e o livro me deixou com vontade de ler As aventuras de Pi.

Eu estava bem receosa para ler esse livro. A Darkside não coloca a sinopse dos livros na capa, então acabei entrando no site mesmo – e comprei o livro por acidente, meu interesse era em outro, que também tinha a capa azul -. Nenhuma resenha que li me fez ter interesse pelo livro, então entrei na leitura com poucas expectativas e nenhuma ideia de sobre o que era a história. No final das contas, achei o livro ótimo. Com certeza, um dos melhores que eu já li.

0 Comentários

Deixe um comentário!