Confissões do Crematório – Caitlin Doughty ?>

Confissões do Crematório – Caitlin Doughty

Você sabe o que acontece num crematório? Não? Por quê? Porque a morte é misteriosa.

Não falamos sobre ela. Não gostamos de ir a cemitérios nem a hospitais. Mas a morte nos cerca. E é a ela que nos dirigimos.

Cada…

Vez…

Mais…

Perto…

Caitlin aprendeu o melhor jeito de lidar com a morte – trabalhando com ela! Ao arranjar um emprego num crematório, barbeando, maquiando, vestindo – e, eventualmente, queimando – cadáveres, a mulher descobriu um jeito completamente novo de lidar com a morte e o que ela movimenta no mundo (spoiler: dinheiro).

Explicando como a vida no crematório funciona, Caitlin convida você a aprender sobre uma faceta da morte – se tiver estômago.


Fui pra cima desse livro com uma expectativa completamente diferente. Eu imaginei que fosse uma fantasia, mas não. É uma autobiografia misturada com um ensaio, e realmente faz você pensar. Eu baseei um trabalho para a escola nesse livro.

Confissões do Crematório é muito bom, mas não espere nenhuma história de amor no meio, que faça você suspirar, abraçar o livro e fantasiar sobre os filhos deles. Não vai rolar. Esse livro é para gente mórbida.

Nota: gente mórbida não quer dizer psicopatas, tá bom? Estou falando de gente que se interessa pela morte e que tem curiosidade, já que ninguém fala sobre isso.

Como todos os livros da Darkside, o livro é de capa dura (cuja textura é maravilhosa :3). Eu gosto muito que ele tem um marcador próprio, de fitinha.

O livro faz você pensar muito sobre o que vai acontecer com você quando morrer. Mas precisa ter estômago para ler. As discrições dos cadáveres podem ser perturbadoras para os leitores mais sensíveis.

A autora tem um canal no YouTube, onde ela continua a discussão do livro e dá mais informações sobre a morte e cadáveres. Ela é americana, então, logicamente, o canal é em inglês. Clique aqui para ir para o canal dela.

0 Comentários

Deixe um comentário!