Cidade Dos Ossos – Cassandra Clare ?>

Cidade Dos Ossos – Cassandra Clare

Clary desenha como as pessoas respiram – muito e muito bem. Ela tem um melhor amigo, Simon. Ele até que é fofinho, mas não para um namorado. E então Jace, um garoto misterioso muda seu jeito de ver o mundo. Ele alega que ela é uma Caçadora de Sombras, seres metade humanos metade anjos que matam demônios como os mortais andam: sempre e muito bem. Quando sua mãe é raptada, ela fica inclinada a acreditar no loiro bonitinho. Será que Clary vai aceitar o seu destino? Ela vai salvar sua mãe? Será que sua vida ainda será a mesma depois disso? A resposta para isso, junto com suas memórias, está na Cidade dos Ossos.


Bem, é o melhor livro do planeta Terra. Eu recomendo ler Os Instrumentos Mortais primeiro, depois As Peças Infernais (e talvez reler Os Instrumentos Mortais, porque você vai perceber de coisas que você não percebe antes… Isso tá confuso. Confie em mim que vai dar tudo certo, só NÃO LEIA As Peças Infernais antes, porque tem spoiler), As Crônicas de Bane e O Códex dos Caçadores de Sombras por último.

Espera aí, o parênteses ficou muito confuso.

Assim: tia Cassie escreveu As Peças Infernais antes de acabar o último livro de Os Instrumentos Mortais, então as duas histórias já estavam meio encaminhadas. As Peças Infernais tem spoiler de Os Instrumentos Mortais, e vice-e-versa. Então você pode fazer assim:

5 primeiros livros de Os Instrumentos Mortais —˃ As Peças Infernais —˃ 6° livro de Os Instrumentos Mortais

Ou assim:

Os Instrumentos Mortais —˃ As Peças Infernais —˃ Os Instrumentos Mortais.

Sobre o filme: vi 7 vezes.

Sobre a série: eu curti. Não gostei dos atores, prefiro os do filme. Só o cara que fez o Alec ficou melhor. É bem legal que o nome da série é “Shadowhunters”, não “Cidade dos Ossos”, que é o nome do filme. Só queria que tivessem mais demônios (e os poucos que aparecessem não me lembrassem os alienígenas de Doctor Who). Só que a primeira temporada é muito pequena, e só vão sair novos episódios no ano que vem! Além do mais, fizeram uma grande farofa entre os livros. Jesus amado, ainda bem que eu li, senão não teria entendido bulhufas de muita coisa.

0 Comentários

Deixe um comentário!